PUBLICAÇÕES

COMA FREQÜENTEMENTE!

Se você é adepto do pensamento que comer pouco emagrece, pode estar entrando num ciclo vicioso de insucesso, tornando-se cada vez mais difícil alcançar a perda de peso.

O organismo humano tem uma quantidade mínima de energia que deve ser fornecida diariamente para manutenção das funções vitais (respiração, digestão e funcionamento de todos os órgãos) com o corpo em repouso. A energia gasta para esse fim é denominada gasto energético basal.  O gasto energético total inclui, além do gasto basal, também a energia gasta com atividade física, trabalho e ainda leva em consideração outro fator que é a energia térmica dos alimentos. Este último é relativo ao gasto de energia promovido pela digestão dos alimentos. Então comer, também gasta energia. Se a dieta está muito aquém das necessidades de energia de um indivíduo, seu corpo passa por uma série de adaptações com o intuito de passar pelo momento de carência de energia da forma menos onerosa possível.

Comer freqüentemente pode nos auxiliar a emagrecer e nos ajuda a não engordar. Por que e como emagrecer comendo? E o que você quer dizer com "comer freqüentemente"?

 

Comer freqüentemente significa começar nosso dia com algum tipo de café da manhã e continuar a comer a cada 3 ou 4 horas. Essa "forma de comer" inclui refeições, mini-refeições e lanches. Devemos consumir todos os tipos de alimentos, mantendo uma alimentação balanceada. A idéia é comer, e não pular refeições e lanches!

Isso parece loucura como um plano de emagrecimento e perda de peso? Parece muito fácil, mas não é. Mudar os seus hábitos alimentares requer um plano e persistência. Então, antes de irmos às sugestões para mudar os seus hábitos, precisamos olhar um pouco mais de perto e ver porque podemos perder peso desta forma:

  

Comer freqüentemente:

 

* Irá manter nossos níveis de açúcar no sangue numa faixa ótima. Isso pode ajudar a reduzir aquelas ânsias por açúcar (doces à tarde).

* Irá suprir suprir o seu cérebro com energia facilmente disponível. Isso não só irá reduzir aquelas ânsias por açúcar, mas também irá nos ajudar a manter um humor estável e melhor capacidade de raciocínio. Você já alimentou sua fadiga? Já comeu como resultado do estresse?

* Ajudará a queimar algumas calorias a mais. Sempre que comemos, aumentamos um pouco a nossa taxa metabólica. Isso é chamado "efeito termogênico do alimento". Algo como adicionar uma pouco mais de lenha à fogueira e observar as faíscas.

* Dará mais energia. Quando temos mais energia podemos nos exercitar melhor (maior intensidade significa mais calorias queimadas) e mais energia não colabora com a síndrome do sedentarismo.

* Ajudará a diminuir as porções de comida. Você já ficou um tempo realmente longo sem comer e não ter vontade de engolir até a pia da cozinha? Podemos encolher o nosso estômago ao comer pequenas porções de comida em cada lanche ou refeição, e isso nos ajudará a reduzir essas porções também.

* Irá ajudá-lo a domar a comilança nas festas! Quantas vezes você chegou numa festa de fim de ano, ou num jantar especial, faminto porque estava poupando o consumo de calorias para o evento especial, e então reclamou depois que comeu mais do que pretendia? Se pensarmos melhor, poupar o consumo de calorias antecipadamente nos levará a comer mais depois! 

 

Fonte: www.copacabanarunners.com.br

Adaptado por: Carolina C. Quintans Gomes – Nutricionista

© Qualita Consultoria em Nutrição | Todos os direitos reservados
E-mail: contato@qualitanutricao.com.br
Telefones: 61 3242-3787 || 61 8112-8356